Pandora's Dawn

A balança da vida

O emissário os deixou e logo a taverna começava a silenciar-se. Vrylore tentou alcançar telepáticamente os dissidentes, porém sem sucesso. Ian recolheu-se. Shaco subiu, e por fim, Daryl arrumava seu quarto.

Em sua segunda tentativa o seguidor de Xantyx estabeleceu contato com Kyle e Ren-Var, que descansavam tranquilamente em meio à floresta distante dos outros membros, ambos foram informados por Vrylore da situação em Traery. No andar de cima da taverna em Traery, Shaco parou à porta do quarto de Daryl e decidiu entrar furtivamente. Daryl que se encontrava dentro do aposento, percebeu algo de diferente e pôs-se a deitar, fingindo estar em sono profundo. O Arqueiro empurrou o intruso e vociferou ameaças ao sentir que Gang Hall se aproximava da cama. Após o incidente um silêncio desconfortável e uma guerra prestes a estourar ditavam a tensão na taverna.

Em um belo dia ensolarado, longe de Traery, Ren-Var despertou animado e balbuciando apressadamente. O elfo havia afirmara ter tido uma visão de sua deusa, Thaaria, sabia como poderia fazer para levá-los de volta a Traery rapidamente. No sonho Thaaria abençoou Ren-Var com uma mágica, cuja era capaz de trazer um servo divino à Pandora. Kyle presenciou o Clérigo realizar um pequeno ritual, direcionado ao Sól, e logo viu a figura de um explendoroso Elfo do Sol trajando uma armadura de coura ornamentada com filetes dourados, longos cabelos loiros materializar-se em sua frente. Ren-Var, então, ordenou ao servo de Thardorion que os levasse à Traery em um instante. Dito e feito o avatar do deus do Sól os teletransportou para a cidade dos elfos da floresta em questão de segundos. Assim que se deram conta, Kyle, Worog e Ren-Var, estavam nas ruas do local desejado, porém sentindo um leve desconforto em seu corpo. Kyle dirigiu-se à taverna em quanto Ren-Var apressou-se para atingir o templo de sua vocação.

Ainda na taverna, porém no período matinal, Ian deu sugestões sobre estratégias e táticas para abordar o acampamento orc e depois se despediu dos Batedores de Pandora informando que tinha que regressar à sua terra, em tempo, Daryl distribiu um pouco dos espólios e assitiu ao Hoplita partir. Enquanto isso Vrylore decidiu fazer um reconhecimento aéreo enquanto Shaco sentava ao lado de fora da taverna, próximo à entrada.

Gang Hall avistou Kyle e seu fiel aliado, Worog, chegando à taverna e informou Daryl, que ficou feliz ao ver o ancião voltando rapidamente. Galthyr, após deixar a taverna na noite anterior, também se apresentou à frente do assassino que guardava caixão na entrada da taverna. Os três homens e o lobo entraram. Vrylore não demorou muito a se reunir e uma nova rodada de informações e decisões tomou conta do local, com o mago dando mais detalhes sobre o acampamento, enquanto o taverneiro servia o café como podia, afinal um ilustre emissário do Rei Neurion encontrava-se em seu estabelecimento. Galthyr Shalandalan levou os Batedores de Pandora, agora sem o Hoplita, ao encontro do Rei élfico a fim de discutir a melhor opção para a participação do grupo no combate contra os orcs.

No majestoso salão real o Rei aguardava a chegada dos aventureiros, que logo foram anunciados e adentraram as dependências. Alguns súditos importantes como generais e o segundo emissário também estavam presentes no salão, bem como a Rainha em seu trono ao lado de seu esposo. Galthyr propôs integrar os batedores ao exército élfico, suprindo-os com equipamentos e funções específicas, assim como subordinando-os ao comando do exército, seu próprio comando. Mas o Rei e os mercenários optaram por agir de forma independente, como uma unidade apartada da corporação marcial élfica, Galthyr sem aceitou sem muita indignação. Foi então que os Batedores de Pandora começaram a dar detalhes do que descobriram até o presente momento, e iniciaram o que parecia um esboço de plano de ação, até que Ren-Var foi trazido ao palácio pelo emissário de guerra. Durante um bom tempo os indivíduos que se encontravam no salão real discutiram sobre a situação e divergiram sobre a estratégia. Até incendiar a floresta foi sugerido, porém Kyle rechaçou a idéia rapidamente.

Por fim todos foram dispensados e Galthyr, já do lado de fora do salão real, entregou permissões de acesso aos batedores, caso necessitem de armas, magias e informações. Nesse momento o assunto Drakko veio à tona. Foi com pesar que Daryl esclareceu a posição do grupo, prestar auxílio a Traery é mais importante e infelizmente Drakko terá de esperar.

Comments

gustabass

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.